Paulo Venturelli, médico homeopata em Curitiba

Bioquantum

1) Definições:

A memória da água é biológica e quântica, a memória da água é bioquântica.

“As células emitem água assim como os átomos emitem quantum” (Paiva Venturelli, em obra escrita durante o serviço militar no Hospital Naval de Ladário - MS, da Marinha do Brasil, registrada na Fundação Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro - RJ em 1994 e publicada em Pouso Alegre - MG pela Editora Sul das Geraes em 1995).

A troca de calor pelo organismo humano se dá em conformidade à termodinâmica biológica, de modo que raios ultravioleta e infravermelho sejam emitidos pelos átomos e os raios infravermelho sejam emitidos também por vibrações moleculares, na equivalência bioquântica da água.

As radiações eletromagnéticas são sinais mensageiros de informação quântica, enquanto que a água vem a ser a mensageira de informação biológica. Assim, os quanta são campos de informação atômica e os bioquanta são campos de informação biológica.

2) Fundamentos:

A memória da água fundamenta a ciência médica homeopática e é fundamentada por alguns postulados em combinações variáveis…

a) Bioquantum: Modelo Metabólico da Teoria Bioquântica de Paiva Venturelli, registrado e publicado entre 1994 e 1995.

b) Mensagens da água dos experimentos de Masaru Emoto, publicados a parir de 1999.

c) Ressonância, particularmente a ressonância Schumann, conforme explanado por Luc Montagnier após 2008.

d) Clatratos: Complexos hídricos de inclusão.

e) Emaranhamento: Fenômenos de entrelaçamento quântico.

3) Conclusão:

A memória da água é uma memória bioquântica, a memória quântica da água.